Botão para capitonês

Saiba mais sobre o botão para capitonês

Com a sua capacidade de forro dimensional, o botão para capitonês dá uma verdadeira aula sobre praticidade e elegância, visto que pode ser decorado da maneira que o usuário desejar. Ou seja, com o botão para capitonês pode soltar a imaginação! 

Ao ser personalizado é possível trazer ao ambiente características próprias e mostrar para os convidados, ou outros moradores e visitantes, que há uma parte sua na decoração. Sabendo disso, vamos falar um pouco mais sobre o botão para capitonês.

O que é

O botão para capitonês é usado nos mais diversos meios, seja para criação ou para simples aplicação. Eles são constituídos por duas partes, sendo elas os ganchos, por onde passam a linha, e a parte superior constituída de alumínio, sendo forrada por tecido de tapeçaria a gosto.

É majoritariamente utilizado em estofados de sofás, colchões, puffs, poltronas e cadeiras, podendo ser personalizados de acordo com o gosto do cliente, dando mais vida aos móveis e trazendo um ar de descontração para o ambiente.

Além disso, são produzidos em diversos tamanhos, o que facilita ainda mais a vida de quem deseja obtê-los para incrementar a decoração dos objetos. Sua aplicação é fácil, rápida e não tem grandes chances de deteriorar o estofado ou material escolhido para aplicação, sendo estas umas de suas principais vantagens.

Diferença entre capitonê e botonê

Com nomes muito parecidos, as duas técnicas de confecção surgiram com força total nos estofados do século XIX, deixando o ambiente mais agradável. Com o charme retrô e a elegância, ambos os estilos foram bastante explorados entre os anos 50 e 60.

Como clássicos que nunca saem de moda, trazem para os objetos uma sensação de atemporalidade e uma sofisticação indescritível.

Com aplicação em tecidos, como a camurça, os vinílicos e os veludos, e nos couros de móveis, ambas as técnicas são utilizadas com a mesma finalidade: prender o revestimento para que o acolchoado afunde, formando, desse modo, uma distância entre eles, o que pode resultar em uma série de desenhos geométricos, caso assim seja o desejo.

Cada estilo se difere por pequenas características, visto que a principal delas é uma peculiaridade entre os trabalhos, embora sejam igualmente elegantes.

O capitonê

Com sua origem na Inglaterra, o capitonê foi uma técnica que surgiu no ano de 1840 em uma tentativa de agregar valor aos trabalhos manuais realizados na época. O trabalho realizado nos estofamentos é feito por meio da divisão de pontos feitos sobre o acolchoado com cordões ou fios mais espessos, capazes de formar saliências quadradas ou retangulares.

O formato irá depender muito da distância em que os cordões serão inseridos, tendo como consequência os afundamentos do acolchoado. Fica a critério do cliente ou do produtor fazer com que as depressões sejam mais profundas ou mais superficiais.

O botonê

Diferentemente do capitonê, o botonê não usa apenas cordões, mas pontos marcados com o auxílio deles, sendo esses costurados de uma maneira muito profunda, o que acaba por resultar um franzir no tecido.

Com essas pregas há a formação de desenhos geométricos, sejam losangos ou quadrados, fazendo com que o trabalho seja realizado de maneira mais criativa. No fim, o resultado acaba por ser semelhante, embora a diferença esteja no botão dos afundamentos.

O capitonê na decoração

Trazendo um ar de sofisticação e modernidade, a técnica do capitonê é mais do que bem-vinda quando o assunto é decoração, nos mais diversos tipos de ambientes. Sendo muito utilizado em cadeiras, poltronas e cabeceiras, o método pode fazer com que o ambiente ganhe outras vibrações.

As cabeceiras, principalmente, são deslumbrantes, mas acabam por ser caras e, por isso, muita gente acredita que não é possível ter uma em casa. Quem possui esse pensamento, está enganado, visto que os botões podem ser comprados separadamente e aplicados,  tornando a decoração ainda mais bela.

Para montá-la em casa serão necessários:

  • A moldura de uma cabeceira antiga ou um painel;

  • Espuma;

  • Tecido a critério;

  • 40 botões, em média;

  • Linha e agulha;

  • Cola de tecido;

  • Grampeador.

Com tudo em mãos, será possível começar o trabalho e deixar o seu quarto ainda mais lindo e decorado. Cuide do painel primeiro, fazendo uma marcação com furos para saber onde os botões serão colocados. Em seguida, você irá adicionar a espuma ao tecido e, por fim, os botões deverão ser colocados nos furos feitos no início. 

Para finalizar o serviço, grampeie o tecido para que ele fique firme e tenha o resultado tão esperado com os botões mais harmoniosos da temporada.

Não é nada muito complexo e o resultado será incrível. Então, solte a imaginação e faça bom uso do botão para capitonês.

Filtros

Tabela  Lista

Filtros

Tabela  Lista

Filtros

Tabela  Lista

2020 © Direitos Reservados