Cortina

Cortina é o tecido utilizado para colocar nas janelas, dificultando a passagem da luz, ajudando a controlar a temperatura do ambiente e proporcionando maior privacidade para os cômodos do ambiente. Normalmente a espessura da cortina, ou o material utilizado na confecção da mesma vai influenciar na quantidade de luz que vai atravessar a janela.
Existem vários tipos de cortinas. Estas podem ser presas em trilhos ou em tubos de ferro, madeira e outros materiais, com argolas, ilhoses ou com o próprio tecido. Dentre os diversos tipos de cortinas, os mais tradicionais são as que contam com duas bandas de iguais ou diferentes tamanhos que, sendo puxadas, se encontram no meio da janela.
Para reduzir consideravelmente a claridade pode-se usar um tecido chamado blackout, que ajuda a escurecer o ambiente. Outro modelo muito utilizado de cortinas são as chamadas de "romanas". Trata-se de cortina tipo persiana que sobe até o teto em gomos, quando se puxa uma corda na lateral.
Para as cortinas de tecido, recomenda-se que elas devem acompanhar o estilo do ambiente. Se ele for mais moderno, o melhor é priorizar tecidos leves e transparentes, com tonalidades vibrantes como o rosa, e até mesmo algumas estampas.

CORTINA PARA SALA

Antes de escolher uma cortina para sua sala, é necessário se ater às características do ambiente em volta. Se busca por algo mais contemporâneo, uma cortina para sala moderna deve contar com texturas mais limpas, o que vai proporcionar equilíbrio entre o ambiente e a decoração utilizada. Nestes casos é bom investir em tecidos com pouco volume (a exemplo do linho e algodão), cores mais discretas e na prega fêmea de acabamento. Já para os cômodos que apresentam decorações mais clássicas, é indicado que se invista em cortinas com muito tecido, na intenção de proporcionar a imponência necessária. A utilização de tecidos encorpados (a exemplo do veludo e camurça) e pregas tradicionais, como a americana, são escolhas ideais.
Se já tem a sua sala decorada, opte por modelos de cortinas confeccionados com tecidos de cores neutras para ter mais liberdade e facilidade na hora de ambientá-las em cenários com elementos coloridos. As cortinas com cores neutras, como o off-white, branco, ou bege são indicadas nesses casos, pois não entrarão em conflito com a decoração do ambiente, ficando em harmonia com praticamente qualquer estilo.

CORTINA PARA COZINHA E PARA O BANHEIRO

Muita atenção para o tipo de material a ser utilizado! Evite os modelos de cortinas de tecido na janela ou próximo ao box do banheiro, pois elas podem mofar com a umidade. Caso seja indispensável, opte sempre por uma cortina persiana em PVC – indicada também para aquelas que se encontram sob a pia de cozinha.

CORTINAS PARA QUARTO

Recomenda-se que as cortinas utilizadas em quartos devem ser produzidas a partir dos tecidos de boa qualidade, sendo que o produto precisa ser durável e trazer soluções para os problemas de luminosidade. Afinal, todo quarto com uma decoração impecável necessita de uma cortina para complementar um visual bonito e elegante. As cortinas para quarto podem ser confeccionadas com materiais de tecidos grossos que impedem a passagem da luz. Os tecidos leves e finos filtram a luz do sol, mas não bloqueiam a luminosidade.
Lembrando que cortinas mais curtas normalmente remetem à ideia de um ambiente demasiadamente descontraído, sendo mais indicáveis para um quarto infantil. Todavia, caso o ambiente possua uma bancada ou móvel logo abaixo da janela, a cortina curta também pode ser usada sem maiores problemas.
Logo, seja para o quarto do casal, para o quarto de bebê, ou para o quarto de solteiro, as cortinas são peças extremamente relevantes para a decoração e funcionalidade do ambiente. Conforme já exposto previamente, elas desempenham funções que passam pela retenção da luminosidade, robustez da decoração, e até mesmo finalidade acústica.


COMO ESCOLHER A CORTINA IDEAL PARA O QUARTO?

Para entender qual tipo de cortina mais vai se adequar ao seu quarto, é necessário entender a sua decoração e a posição da janela do quarto em relação à luz externa. Quanto ao tecido ideal, as cores e as padronagens dependem do estilo dos móveis do seu cômodo. Algumas ideias de cortinas para quarto podem ser feitas com tecidos de veludo, crepe e sarja. Se você deseja um ambiente com pouca luz externa, é interessante escolher por cortinas tipo Black-out, pois esse material bloqueia totalmente a luminosidade.
As cortinas para quarto Black-out, também conhecidas como cortinas corta luz, são feitas de um material cuja finalidade é a retenção da luminosidade externa. Esse tipo de cortina é feita em duas camadas de tecido. Você pode utilizar a cortina Black-out por trás de outra cortina.
Mas se você adora luz e quer dar um toque de leveza ao seu quarto ou ao seu ambiente com espaço para leitura, não tem problema! Podem ser usados tecidos mais leves, normalmente de cor branca e translúcidos, cuja principal finalidade é o sutil bloqueio de luz.
As cortinas para quarto leves devem harmonizar com a decoração do ambiente. Nestes casos, os tecidos de cortina mais utilizados na decoração para quarto são o voil, a seda, a renda e até mesmo o linho.


CALCULANDO A MEDIDA CORRETA PARA A SUA CORTINA

Para se fazer a escolha certa, é importante ter em mente a medida correta da janela para saber a quantidade acertada de tecido para cada modelo de cortina. Se você optar por modelos pré-fabricados, o cálculo não é tão complicado: some a largura da janela a 40 cm e multiplique o total por 2 se o tecido for mais pesado. Se o mesmo for de característica mais leve, multiplique por 3. Isso porque ao deixar esses 20 centímetros de sobra para cada lado da janela, evita-se claridade indesejada, ações do vento, ou comprometimento estético da cortina e do ambiente.

Filtros

Tabela  Lista

  1. 1
  2. 2
Filtros

Tabela  Lista

  1. 1
  2. 2
Filtros

Tabela  Lista

  1. 1
  2. 2
2020 © Direitos Reservados