Espumas Acústicas

Espuma acústica

As espumas durante a segunda metade do século 20 foram identificadas como fundamentais para o isolamento e tratamento acústico. Para um efeito sonoro efetivo as espumas de densidade D23 até a D28 são amplamente utilizadas pois devido a maneira como suas moléculas de formação são expostas elas permitem que o som seja tratado sem grandes retornos e ruidos, e ao mesmo tempo permitem que a sonoridade não ultrapassem suas móleculas como um todo, possibilitando tratamento dos retornos e retenção do som dentro daquele ambiente. Espumas de densidades mais baixas por ter os poros menos condensados podem facilitar a passagem do som, sendo evitadas para esta finalidade devido sua pouca efetividade.

Espuma acústica anti-chama 

As espumas acústicas anti-chamas possuem todo o efeito das espumas acima retradas, porém passam por um tratamento químico no momento de sua manufatura para evitar a propagação das chamas, em eventuais incendios, sendo elas extremamente efetivas para tal e exigidas pelo corpo de bombeiros de todo o Brasil quando instaladas em locais de alto fluxo e aberto ao público.

Filtros

Tabela  Lista

Filtros

Tabela  Lista

2019 © Direitos Reservados