Fechos

Fechos Zíper: conheça os principais tipos de fechos 

O zíper, embora todos pensem o contrário, é tão funcional quanto decorativo. Além de ser a cereja do bolo para um bom acabamento, eles ainda são capazes de oferecer firmeza para o produto e o reforço de determinados pontos da peça produzida.

Mas é preciso saber escolher o modelo certo e, claro, a cor mais adequada para a peça em produção. No mercado existem muitos modelos e preços, então é necessário que se saiba quais são eles e em qual deles você deve apostar para fazer com que a sua ideia saia do papel e ganhe vida da maneira que gostaria.

O surgimento e a importância do zíper

O zíper, também conhecido como fecho em algumas regiões do país, foi uma grande novidade para o mundo da moda e da confecção, visto que sua praticidade e fácil aplicação acabaram por surpreender todos os nichos.

O ano é 1892 e o local é a Exposição Mundial de Chicago, nos Estados Unidos. Embora parecesse uma esquisitice aos olhos da época, principalmente porque o objeto era constituído por argolas, o engenheiro Whitcomb Judson acabou por nos trazer uma das maravilhas mais impensadas e que hoje é indispensável na maioria peças de roupas produzidas em todo o mundo.

Mas o zíper, como conhecemos atualmente, com seus dentes que se unem, só surgiu no ano de 1912, 20 anos depois do experimento de Whitcomb Judson, sendo desenvolvido por Gideon Sundbanck que, por ironia, era um engenheiro elétrico. No mesmo ano a ideia foi patenteada por uma mulher chamada Catharina Kuhn-Moss e acabou por ser uma aplicação extremamente benéfica para a indústria de confecções, facilitando a abertura e o fechamento de roupas.

Com o zíper foi possível dar adeus à pouca praticidade dos inúmeros botões que as roupas possuíam, principalmente para aqueles que tinham pressa.

Tipos de zíper

Agora que você está bem informado acerca do surgimento desta verdadeira maravilha do mundo não tão moderno, é preciso explicar um pouco a respeito dos tipos de zíper e para quais momentos cada um deles é mais adequado.

Sendo assim, continue lendo para fazer boas escolhas da próxima vez que precisar de um zíper.

Fechado comum

Esse é um tipo de zíper que, como o próprio nome já sugere, é comumente utilizado nas mais diversas fabricações e aplicações. Seu principal material é o nylon, mas também pode sofrer uma variação para poliéster, o que não diminui em nada sua qualidade.

São utilizados para os mais variados tipos de peças, destacando-se por sua flexibilidade, fácil abertura ou fechamento e, além disso, ainda pode ser uma opção muito interessante para quem deseja ter uma longa resistência à ferrugem e calor ou para aqueles que gostam de manter uma roupa por longos anos.

Invisível

Embora o nome já sugira um pouco, é importante saber que o zíper invisível é bastante utilizado em peças com uma lavagem mais delicada, como os vestidos e as saias, por exemplo, embora também possam ser indicados para outros tipos de roupas.

Uma de suas principais qualidades é a capacidade de unir as partes do tecido fazendo com que ele seja praticamente invisível no conjunto, podendo, assim disfarçar o local de sua abertura.

Seu puxador é fino e bastante discreto, sendo em formato de gota, o que ajuda ainda mais no disfarce. E assim como o zíper comum, esse tipo também é fabricado em nylon ou poliéster.

Aberto

O zíper aberto deve ser bem familiar para você, principalmente se você vive em alguma região fria, que exija o uso de casacos ou blusas com abertura/fechamento para o controle de temperatura.

Ele é muito utilizado para separar por completo uma peça de roupa, ou seja, para possibilitar a abertura da roupa em duas partes, tanto em cima quanto embaixo.

De metal

Esse tipo de zíper pode ser considerado o diferentão dentre os outros, principalmente por possuir um encaixe de dentes completamente distinto dos que já foram mencionados.

Os zíperes mais comuns, encontrados em roupas rotineiras, possuem uma espiral contínua em seus dentes, já os de metal são caracterizados por dentes presos de maneira individual, em uma tira de tecido.

É mais utilizado em calças e jaquetas nos materiais jeans ou couro.

De plástico moldado

Esse é o que chega mais perto do zíper de metal, embora seu material seja completamente diferente. Assim como o outro, esse tipo de zíper não possui uma fileira contínua de dentes, sendo presos de maneira individual.

A principal diferença, sugerida diretamente em sua nomenclatura, é que, nesse tipo de zíper, os dentes são produzidos com plástico, o que não o torna muito resistente. 

Agora você não correrá mais o risco de errar na hora de escolher o tipo de zíper mais adequado para a sua produção. 

Filtros

Tabela  Lista

Filtros

Tabela  Lista

Filtros

Tabela  Lista

2020 © Direitos Reservados